Sobre o encanto em todo canto

10 de Maio de 2016 by in category Sala de Imprensa, Semana Mundial do Brincar with 0 and 0
Home > SALA DE IMPRENSA > Sala de Imprensa > Sobre o encanto em todo canto

SORAIA CHUNG SAURA* 

“O Brincar que Encanta o Lugar”. Com esse tema a Aliança pela Infância parece querer nos fazer olhar, sonhar e nutrir esses ambientes fascinantes que só a meninice pode fecundar em todas as bandas do mundo. Encantar é palavra que contém em si o canto, a musicalidade, a cadência. No ritmo, o feitiço. Em sua origem etimológica, o canto é aquilo que seduz, que emite palavras sábias, mágicas e misteriosas. O canto é o que nos hipnotiza e nos conduz a um estado de graça. Esse é o estado do encantar: graça hipnótica, um mistério que encontramos no olhar das crianças. Sim, parecem enfeitiçadas pelo novo, pelo belo, pelo que se movimenta: a própria vida que se apresenta inteira. Demonstram êxtase e entusiasmo. De origem grega, entusiasmo: trazer o Deus que está fora para dentro de você. E êxtase: deixar que o Deus que está dentro de você saia para o mundo.

CRIANÇAS REALIZAM ESSE DIÁLOGO COM O MAIS HUMANO EM NÓS

De fato, se o encantar vai na direção do fascínio, da magia, da graça e do mistério, certo é que lidamos com um elemento divinamente sagrado – desses que não se pode explicar a partir de lógica ou racionalidade. Encanta-se sem explicações causais. Mas, paradoxalmente, esse encantamento tem um papel central na vida das pessoas. Insistimos, adultos e crianças, em ir na direção do que nos seduz. Ainda que sem utilidade, justificativa ou coerência aparente, o encantamento parece nos dirigir a um chamado premente, pré-racionalizante, intuitivo, inexplicável. Por isso seu caráter divino.

Alguns elementos apresentam-se neste encantar, é certo. O Espaço e sua composição, o Tempo e seu ritmo cíclico. Trabalha-se o Espaço com simplicidade e beleza; o Tempo, com festas, rituais, repetições e demarcações. Trata-se da elaboração de sentido para a existência. De onde viemos, para onde vamos, por que estamos aqui? Ordenação do caos. Constituição de significado. Assim, desde muito pequenas, as crianças realizam esse diálogo com o mais humano em nós. Lidamos com o caos, com o medo, com o terror, com a morte. Mas também com a beleza, com as composições, com as construções, com a vida pulsante e latente. Enfrentamos os obstáculos com coragem, honra, bravura.

Encanta-nos sermos brincantes e olhar esse fenômeno é urgente nos dias atuais. Encantamento em doses cavalares onde é necessário: em tempos de individualismo exacerbado, mau uso de toda tecnologia disponível, falta de tempo livre e excesso de mercado e capital. Contra a falta de sentido e a angústia, encantamento.

Coincidência, esse encanto nos dirige a sermos o que somos em nosso melhor. Parece querer indicar a que viemos, afinal de contas, se algo me encanta, certamente coaduna com meus sonhos, desejos e potências. É um indicativo, um chamado: vamos todos.

Assim é o mundo. Encanto de Aliança! Pela Infância, pois seu papel parece ser essa contínua consciência de buscar ser o “sal da terra” ou a “luz do mundo”. Dito de outro modo, a busca do que faz a vida valer a pena de ser vivida. E buscar, e encontrar, a que viemos, cantando e encantando.

*Professora Doutora, departamento de Pedagogia do Movimento Humano, Centro de Estudos Socioculturais CESC – EEFE- USP. Cultura Organização e Educação, Laboratório Experimental de Arte-Educação & Cultura (Lab_Arte), Faculdade de Educação – USP 

Sobre a Semana Mundial do Brincar (SMB) – A Semana Mundial do Brincar (SMB), promovida pela Aliança pela Infância conta com o engajamento de seus 32 núcleos brasileiros com o objetivo de difundir a importância do brincar. Realizado desde 2009, o evento é uma extensão do Dia Mundial do Brincar, celebrado em 28 de maio. Neste ano, a SMB conta com a parceria institucional da organização Terre des Hommes e o apoio oficial da Omo em sua campanha #livreparadescobrir.

Além das atividades lúdicas, durante a SMB também são realizadas rodas de conversas, palestras e mobilizações para fomentar reflexões sobre o brincar na infância. Várias organizações já se engajaram na SMB 2016 e promoverão atividades. O SESC terá uma programação especial em todo estado de São Paulo.

No site da Aliança pela Infância (www.aliancapelainfancia.org.br) é possível conferir alguns destaques de programação. Em 2015, cerca de 200 mil pessoas participaram da SMB em todas as regiões do Brasil. Foram realizadas atividades em 178 municípios de 23 Estados brasileiros.

Sobre a Aliança pela Infância – Trata-se de um movimento pelo respeito à essência da criança e ao tempo da infância. A organização atua para inspirar e oferecer experiências, por meio de produção e disseminação de conhecimentos, compartilhamento de saberes e por vivências significativas que valorizem o ABCD da Infância – aprender, brincar, comer e dormir – como base de uma vida plena e cheia de encantamento. Para isso, atua em rede, com seus núcleos, com pessoas e com a sociedade civil organizada.

Na Semana Mundial do Brincar, seu papel é articular parcerias, pautar as discussões e atividades e dar estímulos conceituais e de conteúdo para que organizações, gestão pública e pessoas possam desenvolver atividades de brincar em todo o Brasil nesse período, de modo que estas se tornem também mais frequentes ao longo do ano.

Curta a página da Aliança pela Infância no Facebook e acompanhe as novidades sobre a SMB 2016: www.facebook.com/aliancapelainfancia

Add comment